|

Boletim hídrico aponta agravamento da seca no Oeste e Extremo Oeste do Estado Destaque

Mai 21, 2021 502 0
Boletim hídrico aponta agravamento da seca no Oeste e Extremo Oeste do Estado foto Keli Camiloti

Os volumes de chuva mal distribuídos na primeira quinzena de maio contribuíram para o agravamento da seca no Oeste e Extremo Oeste catarinense, aponta o Boletim Hidrometeorológico Integrado do Estado. Já no Litoral, a precipitação foi próxima à média, mantendo-se em situação de normalidade.

 

O documento foi divulgado nesta quinta-feira, 20, pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), por meio da Secretaria Executiva do Meio Ambiente (Sema).

Entre os 295 municípios de Santa Catarina, 163 estão em estado de normalidade; 99 de atenção; 4 de alerta e 17 em situação crítica frente à estiagem. Além disso, 12 cidades não encaminharam informações da situação.

Nas regiões Oeste e Extremo Oeste ocorreram cerca de 100 mm de chuva abaixo da média para menos. Diversos municípios estão com o abastecimento público comprometido.

Diante do cenário, o governador Carlos Moisés propôs nesta semana novas medidas de enfrentamento à estiagem que atinge o Grande Oeste. O chefe do Executivo informou que enviará, na próxima semana, um Projeto de Lei para destinar R$ 100 milhões ao enfrentamento da crise hídrica e também uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) para facilitar a transferência de recursos aos municípios, por meio de repasses fundo a fundo. Também foi sugerido a criação de um Grupo de Trabalho com parlamentares para debater soluções perenes para a questão.

Além disso, ações do Estado já estão em andamento contra a estiagem. Estão sendo investidos R$ 243,5 milhões e a proposta do Executivo é de investir R$ 1,7 bilhão em medidas de planejamento hídrico até o fim de 2022.

 

Monitor de Secas

A nova atualização do Mapa Monitor de Secas, da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), referente ao mês de abril, publicada nesta semana, indicou piora da seca grave na região central e da seca moderada no Sul, além da intensificação da seca no Extremo Oeste, que passou de grave para extrema. Os impactos são de longo prazo no leste e, de curto e longo prazo, nas demais áreas.

O monitor de secas está presente nas cinco regiões do Brasil e conta com 19 estados participantes, incluindo Santa Catarina. Outras informações podem ser acessadas em monitordesecas.ana.gov.br ou pelo aplicativo Monitor de Secas, disponível para dispositivos móveis com sistemas Android e iOS.

Informações Secom 

Avalie este item
(0 votos)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

© 2020 Rádio Clube São Domingos-SC. Todos os Direitos Reservados.