|

Incentivados pelo Governo do Estado, os agricultores catarinenses apostaram na produção de cereais de inverno e devem colher uma safra recorde de trigo no próximo ano. As estimativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) apontam para um aumento de quase 70% na produção de trigo em Santa Catarina, chegando a 290 mil toneladas.

A Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri) apresenta nesta terça-feira, 13, às 19 horas, um programa de capacitação on-line que tem como tema a agroecologia. A apresentação acontece no canal do YouTube da empresa. Desta vez, o público-alvo não é formado por agricultores, como é costume nas atividades da Epagri, mas sim pela população urbana, já que o tema é 'Conectando agricultores e consumidores'.

O agronegócio catarinense está passando por uma transformação, com a ocupação das áreas produtivas também no inverno. Incentivados pelo governo do Estado, os agricultores estão apostando na produção de trigo, triticale, centeio, aveia e cevada para aumentar a renda na propriedade e a competitividade das cadeias produtivas de carne e leite.

O governo federal anunciou nesta terça (22) a liberação de R$ 251,2 bilhões em financiamentos para produtores por meio do Plano Safra 2021/2022. O valor é 6,3% maior do que o anunciado na safra passada, que era de R$ 236,3 bilhões.

O Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola da Epagri (Epagri/Cepa) estima que a produção da safra de inverno 2021/22 seja positiva em Santa Catarina, com previsão de aumento de produção em todo o Estado.

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região suspendeu a sentença proferida pela 6ª Vara Federal de Florianópolis que determinava a prevalência da Lei da Mata Atlântica e não o novo Código Florestal em Santa Catarina. O despacho reconhecendo a superioridade do Código Florestal foi emitido nesta sexta (18).

Página 1 de 11
© 2020 Rádio Clube São Domingos-SC. Todos os Direitos Reservados.