|
Rádio Clube São Domingos-SC

Rádio Clube São Domingos-SC

A Polícia Militar foi acionada na tarde desta quinta-feira (29), para uma ocorrência de furto em andamento em linha Taquaral, interior do município de Presidente Castello Branco. O proprietário acionou a polícia às 13h15 e relatou que havia uma caminhonete em frente de sua casa e homens estariam furtando objetos.

Um idoso, de 75 anos, recebeu uma nota falsa de R$ 420 como pagamento de um empréstimo em Unaí (MG). Como a dívida era de R$ 100, ele também devolveu R$ 320 de troco. Segundo a Polícia Militar, o responsável por repassar a falsa cédula — que tem desenhos de bicho-preguiça e de folhas de maconha — foi preso.

A secretaria de assistência social de Ipuaçu também recebeu no início desta semana, os cartões do programa de auxílio emergencial SC Mais Renda. O cartão do auxílio emergencial estadual de Santa Catarina será destinado para famílias de baixa renda e pessoas de setores afetados pelo desemprego durante a pandemia.

Santa Catarina foi palco de um dos primeiros eventos-teste do país, nesta quinta-feira, 29, na Grande Florianópolis. O local escolhido foi o Teatro Ademir Rosa, do Centro Integrado de Cultura (CIC), que, após 16 meses, recebeu o show gratuito da Camerata Florianópolis interpretando Mendelssohn e Beethoven.

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que inclui gestantes e lactantes como grupo prioritário para a vacinação contra a covid-19. Todas as lactantes são consideradas prioridade, independente de idade da criança ou da existência de comorbidades. Também estão entre as prioridades puérperas, crianças e adolescentes com deficiência permanente ou com comorbidade, e pessoas privadas de liberdade.

A Receita Federal paga nesta sexta-feira (30) as restituições do terceiro lote do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2021. Esse será o maior lote de restituição da história em número de contribuintes.

Quatro suspeitos foram presos e um adolescente foi apreendido devido a envolvimento com facção criminosa em Palmitos, no Oeste de Santa Catarina. A prisão aconteceu na manhã desta quinta-feira (29), através da Operação Abaixo de Zero, da Polícia Civil. Os suspeitos também são investigados por uma dupla tentativa de homicídio.

O prefeito Julcimar Lorenzetti, o vice-prefeito Jaime Pereira e o Secretário De Saúde Alacir Durante, prestigiaram a visita do governador Carlos Moisés, em Chapecó, na última sexta-feira, 23 de julho. Durante o ato, as lideranças santiaguenses receberam das mãos do governador, um ofício de liberação de recursos para serem aplicados na área da saúde.

O contrato do Ministério da Saúde para a compra da vacina indiana Covaxin, produzida pelo laboratório Bharat Biotech, será cancelado. A informação é dos ministros Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União) e Marcelo Queiroga (Saúde) que concederam entrevista coletiva, nesta quinta-feira (29), no Palácio do Planalto, em Brasília.https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1416719&o=node" width="1" height="1" />https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1416719&o=node" width="1" height="1" />

A medida foi tomada depois que uma auditoria da CGU para analisar questões relativas à legalidade do processo de contratação e importação da vacina Covaxin pelo Ministério da Saúde demonstrou irregularidades em documentos apresentados pela Precisa Medicamentos. A empresa era representante do laboratório indiano no Brasil, na negociação com o ministério. De acordo com Wagner Rosário, foram detectadas suspeitas de fraudes em dois documentos.

Um deles, entregue pela Precisa à pasta, era supostamente uma procuração da Bharat Biotech autorizando a representante a concluir a negociação e venda do imunizante ao governo federal. Essa suposta adulteração seguirá para investigação da Polícia Federal.

"A posição do Ministério da Saúde acerca dos fatos apurados pela CGU será de cancelamento do contrato. Todavia, em face da própria lei das licitações, temos que notificar a empresa contratada para que ela apresente defesa nos autos, mas o objeto que era a contratação de vacinas foi perdido", disse o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga.

Durante apresentação do relatório da CGU, os ministros ressaltaram que foi empenhado R$ 1,6 bilhão, mas nenhum centavo chegou a ser gasto na compra da vacina. O valor, segundo Wagner Rosário, obrigatoriamente deve ser realocado para a compra de outro imunizante.

A CGU também negou irregularidades nas invoices - espécie de fatura de compras internacionais - que previam pagamento adiantado referente 4 milhões de doses. De acordo com Rosário, os erros foram corrigidos e as invoices não chegaram a ser encaminhadas ao setor de pagamentos da Saúde.

PREÇO

A auditoria apontou ainda que não há relação com possíveis casos de corrupção ou desvio de dinheiro com a compra da Covaxin. Não houve, segundo a CGU, oferta de preço inferior a US$ 15, por vacina.

“A primeira e única proposta é de US$ 15. Não existe contrato de US$ 10, mas uma reunião que comenta que tem alvo de produção de vacina que fique em torno de US$ 10. Assistimos à reunião gravada e em nenhum momento há oferta de preço de US$ 10. Em outra reunião e, oficialmente, por documentos, o preço fechado apresentado sempre foi US$ 15. As contratações hoje a nível mundial são entre US$ 15 e US$ 18”, destacou Wagner Rosário.

A análise da CGU confirma a versão apresentada por Emanuela Medrades, da Precisa, em depoimento à CPI da Pandemia do Senado. A CGU também descartou que o valor acordado tenha sido 1.000% maior do que o anunciado inicialmente pela Bharat Biotech.

DOSES

Sobre a quantidade de doses, a oferta inicial da empresa foi de 12 milhões, mas as negociações avançaram para 20 milhões. Em relação aos prazos, não houve, segundo a CGU, celeridade indevida no processo.

HISTÓRICO

Produzido pelo laboratório indiano Bharat Biotech, o imunizante foi oferecido ao governo federal pela Precisa Medicamentos, então representante da farmacêutica no Brasil. O contrato da Covaxin se tornou alvo da CPI da Pandemia no Senado e do Ministério Público Federal, depois que o servidor Luis Ricardo Miranda, do Ministério da Saúde, e o irmão dele, o deputado Luis Miranda (DEM-DF), denunciaram “pressão atípica” dentro da pasta pela celeridade na compra da vacina.

Informações EBC

Incentivados pelo Governo do Estado, os agricultores catarinenses apostaram na produção de cereais de inverno e devem colher uma safra recorde de trigo no próximo ano. As estimativas do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa) apontam para um aumento de quase 70% na produção de trigo em Santa Catarina, chegando a 290 mil toneladas.

Página 1 de 152
© 2020 Rádio Clube São Domingos-SC. Todos os Direitos Reservados.