No Ar
Programa RaízesPrograma Raízes
Escute a Rádio Ao Vivo
49 3443 6190
Curta nossa páginaFacebook

19/11/14 – De Modric a Miranda: “vírus Fifa” volta a fazer vítimas em gigantes europeus

CompartilheCompartilhe no FacebookImprimir

Para evitar desfalques diretos nos clubes, os principais campeonatos europeus têm previstas em seu calendário as chamadas data Fifa, dias reservados para jogos entre seleções. Mas, se as ausências não ocorrem pelo confronto de datas, elas vêm depois, pelas lesões sofridas pelos atletas a serviço de seus países, em um processo que foi apelidado de “vírus Fifa”. Tal vírus voltou a dar as caras no último espaço reservado do calendário em 2014, atingindo gigantes do velho Continente como Real Madrid, Bayern de Munique e Manchester United.

O clube merengue foi o que ganhou dor de cabeça mais forte ao ser acometido pelo vírus. Titular absoluto da equipe de Carlo Ancelotti, o meia Modric sofreu uma grave lesão na coxa esquerda em amistoso da Croácia contra a Itália e deve ficar parado por pelo menos três meses, o que o faria perder pelo menos 15 jogos pelo time – que paga seu salário. De acordo com o jornal “As”, para amenizar o prejuízo, a Fifa vai indenizar o clube em € 1,6 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões), como parte do programa de proteção estabelecido pela entidade.

O Manchester United também tem muito a lamentar depois das datas reservadas aos amistosos internacionais e partidas pelas eliminatórias para a Eurocopa. O primeiro desfalque foi Daley Blind, que lesionou o joelho durante partida da Holanda contra a Letônia, no domingo passado, e deve ficar parado por, no mínimo, um mês. Na última terça, foi a vez do astro Di María assustar Louis van Gaal ao levar uma dura entrada de Nani e passar por exames ao fim do amistoso entre Argentina e Portugal.(Fonte: Globoesporte)

Enviar por e-mail